Lutamos pelo reconhecimento e pela preservação de nossa história e patrimônio. Dizer, hoje, que brasileiro não tem memória é arcaico… cada vez mais vemos o interesse e a educação voltada ao patrimônio cultural riquíssimo que temos e a memória oral e patrimonial sendo pontos de referência da nova formação vivencial de nosso povo. Se somos portadores de uma nova visão e poder de escolha, podemos lutar também pelo patrimônio cultural ainda vivo e na calçada do nosso dia a dia. NÃO ao fechamento de um espaço vivo da cidade, para que depois tenhamos que atrelá-lo à memória e só então, dar-lhe o devido valor.

Anna Lúcia Marcondes

http://revistaepocasp.globo.com/Revista/Epoca/SP/0,,EMI208399-16206,00-A+ULTIMA+SESSAO+DO+CINE+BELAS+ARTES.html

http://www.eliseugabriel.com.br/novo/news.php?id=1126

http://www.youtube.com/watch?v=YxDXwCu2UYM&tracker=False

Como Presidente da Comissão da Administração Pública da Câmara Municipal de São Paulo, em conjunto com a Comissão do Movimento Pelo Belas Artes, convido para reunião pública sobre a salvaguarda do Cine Belas Artes e Políticas Públicas em Defesa do Patrimônio Cultural e Artístico Imaterial da cidade de São Paulo.
Veja no meu site as mais informações sobre esse assunto e confira a Agenda Cultural – Tudo Grátis.
Um abraço
Vereador Eliseu Gabriel – PSB
http://www.eliseugabriel.com.br/novo/news.php?id=1126

A Via Cultural articulou junto ao Presidente da Comissão de Administração Pública da Câmara Municipal de São Paulo, o Vereador Eliseu Gabriel, o apoio à causa do Cine Belas Artes. Em Ato do dia 23 no cinema, organizado pela Comissão do Movimento pelo Belas Artes, e representado por seu chefe de gabinete, marcou-se reunião para dia 28 (ontem), na Câmara, para discussões a respeito do andamento dos processos e de rumos do movimento.

Na oportunidade, essa comissão optou pela realização de uma audiência pública para debater o caso Belas Artes como início de uma nova perspectiva e elaboração de politicas públicas em defesa do patrimônio imaterial.

Estavam presentes ontem na reunião no Gabinete: Hélvio Moisés, Chefe de Gabinete, assessores e as seguintes entidades culturais além de membros da comissão: Via Cultural – Instituto de Pesquisa e Ação pela Cultura, representada por Anna Lucia Marcondes e Sócrates Magno Torres; APACI Associação Paulista de Cineastas, representada por Rubens Rewald; ABD – Associação Paulista de Documentaristas São Paulo, representada por Celso Gonçalves, CEBEC – Conselho Brasileiro de Entidades Culturais representada por Eneida Soller.

http://www.metronews.com.br/metro_news_/f?p=287%3A3%3A8443100018743237%3A%3A%3A%3AP3_ID_NOTICIA%2CP3_ID_CADERNO%3A52553%2C909

CONVITE
por Anna Lúcia Marcondes, segunda, 21 de fevereiro de 2011 às 18:00
Contamos com sua importante presença no Ato Contra o Fechamento do Cine Belas Artes que será realizado no próximo dia 23 de fevereiro, quarta-feira, às 19 horas em frente ao cinema. Para nossa campanha, o Belas Artes, embora funcione em prédio privado, tornou-se patrimônio cultural, histórico e afetivo da cidade de São Paulo e do Brasil pelos seguintes motivos:

  • programação diversificada e diferenciada em relação à maioria das salas dos shopping centers, que cativa cinéfilos, amantes do cinema e públicos variados;
  • seu apoio ao cinema brasileiro;
  • educação cinematográfica e reverência à história do cinema em seu cineclube;
  • mais uma opção de entretenimento para cinéfilos e amantes do cinema com o Noitão, que também se tornou espaço de formação de novos públicos;
  • um dos cinemas mais amigáveis à terceira idade;
  • espaço público privilegiado de convivência e troca de ideias e afetos em uma das principais esquinas do Brasil;
  • um dos últimos bastiões de resistência do cinema de rua nos grandes centros brasileiros e de uma programação marcada pela diversidade de culturas e estilos;
  • contribuição para uma São Paulo ambientalmente mais sustentável à medida que é facilmente acessível por transporte coletivo (duas estações de metrô e vários pontos de ônibus próximos).

O ato contará com a presença de personalidades dos mundos da política, da cultura e da sociedade civil, ocorrendo às vésperas do fechamento do cinema, uma vez que o dono do prédio, Flávio Maluf (que não tem parentesco com o político Paulo Maluf), não aceitou a nova proposta de aluguel feita pelo sócio do cinema André Sturm, de 1 milhão de reais por ano.

Rubens Rewald, da APACI, faz convite oficial ao ato do dia 23.

Aproveitaremos o ato para cobrar das autoridades municipais, estaduais e federais empenho na implementação de políticas de incentivo ao cinema de rua e aos processos de tombamento material/imaterial do Belas Artes no Conpresp (cidade de São Paulo) e no Condephaat (Estado de São Paulo) e registro como patrimônio imaterial no IPHAN.

Solicitamos a gentileza de repassarem a suas redes este convite e confirmem presença ou mandem apoios por escrito, caso não possam comparecer à atividade.

Saudações Culturais,

Anna Lúcia