Paulo Klein

Produtor de arte e cultura em diversos segmentos, Paulo Klein é escritor, jornalista, crítico, curador e consultor para Artes Visuais. Foco em Arte Contemporânea, Fotografia, Arte Urbana e Novas Tecnologias. Dirige a empresa PK Brasil Projetos Culturais em Arte e Informação cuja missão é a criação e planejamento de projetos culturais, orientação e estratégia de
carreiras artísticas. Membro da ABCA – Associação Brasileira de Críticos de Arte e da AICA – Association Internationale des Critiques D´Art/ Paris.

 

Daisy Peccinini

Professora Livre Docente em Estética e História da Arte pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Foi pioneira na investigação e interpretação crítica de alguns dos grandes temas da arte brasileira, como a produção de vários artistas dos anos 1960 – Lygia Clark, Lygia Pape, Hélio Oiticica, entre outros. Centrou suas investigações sobre o Realismo Mágico, o Grupo dos Realistas Cariocas, as mostras Opinião 65 e 66. Organizadora do catálogo ontológico para a mostra ARTE Novos Meios/Multimeios Brasil 70/80, MAB/FAAP, em 1987, que foi reeditado em 2010. Criou um método de documentação, articulando Informática e História da Arte. aplicado no projeto de pesquisa “Arte do século XX-XXI visitando o MAC na Web”, apoiado pelo CNPq e ganhador do Prêmio INFOLAC WEB 2005 da UNESCO. Em 2009, foi curadora da exposição organizada pela Via Cultural  “Brecheret e a Escola de Paris”, no SESC-Vila Mariana, dentro da programação do Ano da França no Brasil. Em 2011, lançou o livro, “Brecheret e a Escola de Paris”, densa pesquisa que formula novas leituras não só da obra de Victor Brecheret, como de outros integrantes da primeira geração do Modernismo brasileiro. É madrinha do Projeto Memórias Construídas da Via Cultural e atuou, em 2009, como professora de História da Arte no mesmo.

O Livro Brecheret e a Escola de Paris recebeu o Prêmio Mario de Andrade da ABCA, em 22 maio de 2012, e o Prêmio Jabuti, segundo lugar na modalidade ARTES. Foi no ano passado curadora da exposição SACRALIDADE DA VIDA Índios do Xingu e Médicos da Escola Paulista de Medicina, no MuBE, de 4 de junho a 1º julho e autora do livro catálogo referente, SACRALIDADE DA VIDA Índios do Xingu e Médicos da Escola Paulista de Medicina, S. Paulo: IVB, 2012. Recentemente foi curadora da exposição WALTER LEWI: Mestre do Surrealismo no Brasil, Fundação Nemirovsky, Estação Pinacoteca. S.Paulo, 15 de Junho a 18 de Agosto de 2013.

 

Lisabel Pereira

Formada em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC), possui dezessete anos de experiência em produção de comerciais para TV, institucionais, documentários, vídeos educativos e campanhas políticas, em coordenação de produção, produção de arte, cenografia e figurino.

 

Malu de Alencar

Bacharel em História pela Universidade de São Paulo (USP) e em Propaganda e Marketing pela ESPM; cursou também Cinema e Museologia. Foi assistente de relações públicas da Aroldo Araújo Propaganda; redatora da América Publicidade; sócia-fundadora, coordenadora e produtora de eventos culturais do Grupo de Realizadores Independentes de Filmes Experimentais (GRIFE); gerente comercial do Departamento de Produção de Comerciais em VT da Rede – Globo e da TV Gazeta; diretora comercial da GLOBOTEC; coordenadora do Museu de História Imagem e Som de Campos do Jordão (MHIS). Produziu também o documentário sobre a ceramista Shoko Suzuki; o longa metragem “IRACEMA – Uma transa amazônica” de Jorge Bodanzky, Orlando Sena e Wolf Gauer; o documentário “AUKRE – Kaiapó” com Paulinho Payakã; e realizou o documentário “WINDHUK – a 13ª. viagem”, sobre  a prisão de alemães nos campos de concentração de 1942 à 1945 nas cidades de Pindamonhangaba e Guaratinguetá, no estado de São Paulo.

 

Stella Pereira

Jornalista formada em Comunicação Social pela Universidade Paulista, atuou como repórter do Jornal da Tarde, revistas da Editora Abril e na Folha de São Paulo. Foi assessora de imprensa da Fundação para o Desenvolvimento da Educação, analista cultural e produtora da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e coordenadora técnica do Theatro São Pedro em São Paulo. Há vinte anos atua em produção executiva para rádio, televisão, produtoras de vídeo e projetos culturais como festivais de música em Campos do Jordão, Ilhabela, Florianópolis, Festival Ibero Americano de Teatro de São Pauloe  Festa Literária Internacional de Paraty.

 

Gretta Rossini

Vinte e quatro anos de experiência, com forte atuação na produção de programas para TV, redação, edição de revistas, produção de casting, figurinos para filmes publicitários e curtas, assessoria de imprensa, promoção e elaboração de eventos artísticos, culturais e do terceiro setor, gestão social e experiência em marketing. Diretora das empresas Tag&Line Comunicação e Conexão Cult.

 

Maria Christina Accioli Freire

Psicóloga, Especialização em psicologia clinica. Pós-Graduação lato senso em Psicodrama. Professora e Supervisora em Psicodrama, credenciada pela Federação Brasileira de Psicodrama – Febrap. Docente em Somatodrama da EPP – Escola Paulista de Psicodrama. Criadora e Coordenadora do Somatodrama – Grupo de Estudo e Pesquisa em Psicossomática e Psicodrama.

 

Sócrates Magno Torres

Educador Social. Graduando em Ciências Sociais na UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo; Cursou Gestão Pública na Fundação Escola de Administração da UFBA – Universidade Federal da Bahia; ‘’ Gestíon Estratégica del Desarrollo Económico Territorial’’ – CEPAL- Universidade de Morón – Argentina; Formação Cidadã na Escola de Governo na USP Maria Antônia, a qual é colaborador neste momento. Realiza formação de educadores e ministra aulas para internos da Fundação CASA. Utiliza o território como base de suas intervenções docentes.

 

Clóvis Arruda
Diretor Técnico da Terra à Vista é administrador, publicitário, designer e fotógrafo. Vem atuando junto à empresa TERRA À VISTA na criação e realização de projetos de comunicação e marketing, campanhas, projetos culturais e editoriais, exposições, eventos institucionais e identidade corporativa. Pós graduado em Design e Fotografia pelo SENAC, com especialização em Marketing pela ESPM e MBA em planejamento estratégico.
Desenvolveu pesquisas museológicas em Londres, Berlim, Madri, Roma, Paris, Amsterdã, Nova Iorque, Firenze e Torino, com enfoque em semiótica sobre limites da percepção.
Tem algumas de suas obras editadas em livros sobre design e diversas de suas imagens já foram publicadas em jornais e revistas do Brasil. Lecionou sobre o processo criativo e produção gráfica no curso de comunicação social com habilitação em Publicidade e Propaganda. Organizou inúmeras oficinas de criação, fotografia e vídeo e desenvolveu diversos projetos especiais com foco em questões sócio-ambientais e de valorização da cultura e educação.

Alexandre Socci
Fascinado pelos esportes radicais, passa a maior parte do seu tempo viajando dentro e fora do Brasil para unir belas paisagens com os esportes mais extremos do planeta. Em 2010 iniciou um projeto fotográfico junto aos canonistas Pedro Oliva e Fernando Fernandes usando os Rios Tiete e Pinheiros em Sao Paulo como pano de fundo de ações continuas da pratica de esportes nessas localidades como se as mesmas estivessem despoluidas. Possui também parcerias com o Canal OFF, a Livraria Fnac, e é o primeiro fotografo parceiro da Canon do Brasil.